Maria João Angélico

A Pandemia numa visão Astrológica (Parte I)

Por Maria João Angélico em Abril de 2020

898 visualizações

A Humanidade e a vida aqui na Terra foi evoluindo em muitos sentidos, principalmente na sua estrutura externa, mas a verdadeira evolução, a das estruturas mais internas? A verdadeira consciência humana do que somos, no mais profundo de nós, o que estamos a fazer com isso em prol da nossa vida e qual o impacto que isso traz ao que nos rodeia e ao mundo? Terá ficado de alguma forma cristalizada, subdesenvolvida? Teremos passado esse poder do que genuinamente somos, e que, de forma criativamente ilimitada podemos trazer para utilidade ao Todo a que pertencemos, a um ego sedento de controlo e poder sobre tudo e todos e com objetivos redutores e limitados com consequente destruição do ecossistema humano a que pertencemos e do ecossistema da Terra?

A Astrologia estuda os movimentos dos planetas no céu, e esses movimentos e suas configurações indicam ao homem, já desde tempos remotos, oportunidades de utilizar a energia disponível de uma forma consciente, seguindo a inteligência cósmica e a própria evolução do Universo.

Assistimos já há algum tempo aos movimentos destes planetas e à sua aproximação ao ponto celestial em que toda a situação atual despoletou. De alguma forma, estes vinham já a indicar e a proporcionar ao Homem, os processos internos a serem feitos para a transformação pessoal necessária à elevação da vibração energética  individual e consequentemente à elevação da vibração da Terra.

Plutão entrou no signo de Capricórnio em 2008 e ali permanecerá até finais de 2024. Plutão é o catalisador de processos, planeta da transformação, é um detetor de toxinas, tudo o que ele toca está sujeito a um grande processo de purga, limpeza; o que está oculto é descoberto para ser consciencializado; o que já não serve à evolução, ele destrói, para daí nascer uma nova vida mais pura e alinhada com a evolução do Universo. Não se resiste à sua força, colabora-se com ela.

Capricórnio é o signo das estruturas, é o signo que rege a vida em sociedade, rege a sua estrutura, organização e hierarquias, rege o tempo e a experiência que esse tempo nos dá. Quando Plutão entrou em Capricórnio, ele veio proporcionar uma profunda transformação na sociedade e em todos os seus sistemas. Todas as toxinas existentes nas estruturas sociais, todos os aspetos ocultos, perversos, corruptos, o poder egóico desmedido, todo o “veneno” que contamina o tecido social e que destrói o equilíbrio do sistema, tudo isto vem à superfície para ser visto e depois destruído. Temos vindo a assistir desde essa data, a uma crise profunda, onde aquilo que já não tinha efetivamente estrutura caiu, onde, não só grandes instituições, mas cada um de nós, a partir dessa crise, teve que olhar para si e perguntar-se: qual a minha estrutura e recursos internos, o que escolho reabilitar e colocar em movimento, em prol da minha realização pessoal e realização e concretização de objetivos comuns para uma sociedade mais responsável e consciente? Que velhas estruturas, obsoletas e sem função nesta Nova Era temos que abandonar?

Saturno entrou no signo de Capricórnio em finais de 2017 e só sairá definitivamente deste signo em Dezembro de 2020. Saturno é o regente de Capricórnio e quem lhe confere as características que tem. Saturno é o fiscal cósmico, onde ele entra vem fazer uma auditoria nessa área ou tema de vida. O que não está em conexão com a Ordem Cósmica e Divina ele tem a missão de colocar no lugar. Saturno é o Senhor do Karma, ele vem devolver as consequências dos nossos atos e movimentos do passado. Quando entra em Capricórnio ele coloca mão firme em todos os assuntos sociais, trazendo também a “conta” a pagar de todos os atos passados do Homem ao longo da história, para com a sociedade e o mundo.

Maria João Angélico


ARTIGO MAIS VISTO

Reforçar a imunidade é urgente

Reforçar a imunidade é urgente

Nuno Pacheco
Por Nuno Pacheco em Abril de 2020
Tema Desenvolvimento Pessoal
5426 visualizações

Um contributo da medicina tradicional chinesa na luta contra o COVID-19

Se alguém me dissesse, há ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Memórias de um Despertar

Por Pedro Elias
Caminhos de Pax, Lda.
210 visualizações
Pela coragem de uns poucos, Portugal tornou-se o exemplo que inspirou o mundo numa revolução que mudou por completo o planeta. Desde a reforma do velho paradigma realizada pelo António enquanto ...
Ler mais