Nuno Pacheco

Reforçar a imunidade é urgente

Por Nuno Pacheco em Abril de 2020

Tema Saúde
2113 visualizações

Um contributo da medicina tradicional chinesa na luta contra o COVID-19

Se alguém me dissesse, há uns meses atrás que estaríamos em quarentena por causa de um vírus (corona), a minha primeira reação seria rir-me e depois lançar uma série de “insultos mentais”.

Como, em pleno século XXI, podemos assistir a um cenário destes, onde a doença parece vencer? E a saúde humana é, uma vez mais, posta em causa, pois continuamos a verificar que a medicina alopática tem uma visão redutora da saúde e uma aversão a novas perspetivas?

Pois, ninguém estava avisado e ninguém previa uma situação tão dramática. E o pior é que  foi criado um “histerismo social” de medo e angustia, que, no meu entender, é  alimentado por um tsunami de informações sensacionalistas, contraditórias, sem fundamento e desprovidas (algumas delas) de qualquer rigor cientifico, está a deixar as pessoas num desespero tal, que as consequências que poderão surgir ( e vão surgir certamente), serão bem piores que as causadas pelo próprio corona.

Se pensarmos um pouco, este cenário não é muito diferente de outros que ao longo de décadas temos vivido e, por exemplo, matou e mata milhares de pessoas por gripe, por outras doenças como a diabetes, doenças cardiovasculares, autoimunes, etc). Basta pesquisarmos um pouco e veremos que os dados mundiais dizem-nos isso mesmo (https://www.worldometers.info/       https://www.worldometers.info/coronavirus/)

E como terapeuta de Medicina Tradicional Chinesa pergunto-me: o que posso aprender para o futuro? E o que devemos fazer para “prevenir”? E como podemos ajudar nesta “guerra” contra a pandemia?
Porque falamos de doenças infeciosas, demasiado sérias, para serem levadas com ligeireza, a minha preocupação é dizer que não se trata de um tratamento para este vírus, nem de nenhuma solução milagrosa, mas antes um contributo, para conseguirmos criar maior resistência, ou de outra forma, como trabalharmos e ajudarmos o nosso sistema imunitário a fazer aquilo que tão bem ele sabe, desde que lhe possamos proporcionar matéria essencial para tal.

Sempre defendi e defendo a MTC como uma forma eficaz de prevenção de doenças. A melhor forma de lidar com uma doença, qualquer que seja, é evitá-la. E, se em contacto com essa mesma doença, que o nosso corpo esteja preparado para eficazmente a eliminar num estádio inicial de desenvolvimento.

Nos casos de infecções virais, como neste caso do covi-19, é essencial que o sistema imunitário esteja fortalecido. O vírus encontrou “terreno fértil” (leia-se nosso organismo) em pessoas debilitadas, com patologias crónicas, degenerativas, cardiovasculares e idosos, com pluripatologias e com nutrição deficiente. Essa é a primeira barreira que poderá evitar a progressão da doença para um estado mais interno (e grave) da doença.

Como se tem verificado, o Covide 19 tem uma particular apetência pelo tecido pulmonar, logo reforçar a imunidade e o sistema respiratório, em particular, deve ser uma prioridade. E como a MTC defende: primeiro tratar com alimentação, depois com fitoterapia, a seguir com  massagem e, finalmente, com  agulhas, os meus primeiros conselhos serão para a alimentação.
Por isso, hoje, quero deixar-vos duas dicas de MTC para podermos reforçar a nossa imunidade.

E como não podia deixar de ser, a alimentação é a parte mais importante que importa melhorar, pois é através dela que vamos preparar e reforçar o nosso sistema imunitário, pois nós somos aquilo que comemos.

Então, deveremos começar por:

- evitar açucares, os adoçantes e os alimentos demasiado ricos em hidratos de carbono simples, pois estes vão tornar mais lento e menos eficaz o nosso sistema imunitário.

- evitar fritos e óleos vegetais em geral, com a exceção para o Azeite virgem extra de primeira pressão a frio,

- os melhores hidratos de carbono são os que têm sua origem em verduras, principalmente se consumidas frescas e cruas ou ligeiramente cozinhadas.

- uma dieta rica em proteínas e gorduras, pois o sistema imunitário é constituído por proteínas. Evitar as proteínas altamente inflamatórias, como aquelas que estão presentes no trigo, na cevada e aveia, pois estas “esgotam” o sistema imunitário

- acrescentar suplementos de Vitamina C, vitamina D, curcuma, minerais, ómega 3, entre outros

Apesar  dos nossos hábitos alimentares ainda estarem longe do patamar de excelência que seria necessário para, por si só, se tornarem capazes de um reforço ideal do nosso sistema imunitário, é fundamental começarmos por aqui: mudar hábitos alimentares e assim prepararmos o terreno para um sistema imunitário forte e capaz de nos proteger destes ataques.

A segunda dica de MTC que hoje quero partilhar convosco é a acupressão, outra das técnicas de MTC, que facilmente pode ser usada por todos.

A acupressão é uma técnica de tratamento/auto-tratamento, que na sua essencia se assemelha à aplicação da acupuntura. Utiliza os mesmos princípios daquela, sendo que utiliza a pressão em vez da inserção da agulha, em zonas específicas.

Para que o seu uso seja significativo, essa pressão deverá ser considerável. No entanto não deverá causar dor intensa nem qualquer dano a qualquer nível.

Aconselho uma sequência de 4 pontos – Pulmão 5, Intestino Grosso 11, Baço 9 e Estomago 36 para o reforço da imunidade, que devem ser como um protocolo se tratasse, isto é, seguir a sequência que proponho a seguir.

Modo de aplicação:

Pressionar com intensidade pela sequência apresentada, unilateralmente, durando uma inspiração lenta e profunda, aliviar a pressão durante a expiração. Repetir 5-10 vezes para cada ponto.

  • 1º – Pulmão 5 (braço esquerdo)
  • 2º – Intestino grosso 11 (braço direito)
  • 3º – Baço 9 (perna direita)
  • 4º – Estômago 36 (perna esquerda)


Poder-se-á repetir algumas vezes ao longo do dia e inverter os lados.
Imagens dos pontos:

É urgente reforçar o nosso sistema imunitário, não só porque fomos assolados por este vírus (corona), mas porque as pandemias irão continuar a surgir, acreditem.

E como estamos a assistir em muito países, não haverá uma resposta eficaz a qualquer pandemia nova, sem que o nosso foco seja em preparar o “terreno”.

Só assim conseguiremos que este ou outro vírus qualquer, não encontre as condições ideais para se desenvolver e crescer de uma forma tão eficaz e tão poderosa. Com o nosso sistema imunitário “bem alimentado e fortemente armado ”, tudo ficará bem.


ARTIGO MAIS VISTO

COVID-19 e a alimentação.

COVID-19 e a alimentação.

Isabel Moreira
Por Isabel Moreira em Março 2020
Tema Saúde
2390 visualizações

O cuidado prestado por cada um de nós é fundamental na contenção e evolução desta epidemia que afeta a todos.

Mantenham as medidas de higiene que a organização Mundial de Saúde ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Emoções em Verso

Por Ricardo Fonseca
244 visualizações

"Emoções em Verso (2019) é o primeiro livro de poesia do escritor Ricardo Fonseca, um livro onde as suas experiências e as suas emoções são escritas em verso, onde as emoções se ...
Ler mais