Jorge Costa

Terapia Sacro Craniana - Benefícios no Alzheimer

Por Jorge Costa em Janeiro de 2012

Tema Saúde / Publicado na revista Nº 7
490 visualizações

A doença de Alzheimer também é conhecida como demência degenerativa primária, a qual, por sua vez, engloba diferentes tipos de doenças cérebro degenerativas, tais como a demência senil, a atrofia cerebral, as doenças priónicas, várias disfunções bioquímicas, entre outras.

A doença de Alzheimer está a tornar-se muito comum em todo o mundo.

Segundo dados estatísticos, a partir de janeiro de 2004 já foram confirmados 4,5 milhões de casos, somente nos Estados Unidos da América. Em Portugal, estima-se que mais de 70.000 pessoas sofram da doença. De um modo geral, considera-se que cerca de 2% da população dos países industrializados sofra desta doença, com uma previsão do seu crescimento nos próximos 50 anos.

Observações epidemiológicas sugerem que a doença de Alzheimer incide, maioritariamente, em pessoas com idade mais avançada, com baixo nível de formação, com estilo de vida sedentário, com alimentação altamente calórica e com baixo teor em folatos (compostos pertencentes ao grupo das vitaminas hidrossolúveis do complexo B) ou, depois de trauma da cabeça, tenha ele ocorrido uma vez ou tenha sido repetitiva, como, por exemplo, no caso dos pugilistas.

Fazer um diagnóstico da doença de Alzheimer não é fácil. A confirmação da existência da doença só pode ser feita durante a autópsia ou por ressonância magnética, mas somente em avançado estado da doença, quando as alterações atróficas no cérebro são visíveis. As estruturas cerebrais afetadas são o córtex cerebral bilateral, nos lóbulos frontal e temporais, e, na maioria das vezes, no hippocampus. Estas áreas não só aparentam estarem “encolhidas”/diminuídas, como também estão mais rígidas, com aparecimento de placas e emaranhados de fibrilas. Por isso, diagnosticar a doença de Alzheimer numa fase precoce é muito difícil, senão impossível, pois, nesta fase inicial de perda da memória, a causa pode estar dissimulada por simples esquecimento ou cansaço. Para além do mais, não existe um tratamento farmacológico eficaz.

Por outro lado, suspeita-se que, em alguns casos, a doença aparece depois da desregularização do cálcio (Ca) no organismo. O aumento do nível do Ca nas células leva-as à morte, com a consequente formação de placas e fibrilas no tecido cerebral. No entanto, existem realmente vários genes que regulam a actividade do Ca no organismo, o que, por sua vez, pode ser associado à doença.

As estatísticas demonstram alguma correlação entre a ocorrência da doença de Alzheimer e alguns factores ambientais e de estilo de vida das pessoas. As mulheres têm o dobro do risco de contrair a doença, comparativamente com o dos homens.

Uma alimentação altamente calórica e com muita gordura, com excessivas quantidades de ferro e cobre, e insuficiente em ácido fólico/folatos e anti-oxidantes, tais como a vitamina C e E, que se encontram nos frutos frescos e vegetais, aumenta o risco do aparecimento da doença.

A baixa atividade intelectual parece estar também correlacionada com o aparecimento da doença. Pensa-se que a atividade mental regular e o exercício físico podem prevenir o aparecimento da doença.

Do ponto de vista da Terapia Sacro Craniana (TSC), são muito claros os benefícios proporcionados ao cérebro, através do aumento da circulação de todos os tipos de fluidos intracraniais, do aumento da atividade cerebral e da redução do stresse provocado pela falta de oxigénio nas células do cérebro. De salientar ainda que o aumento do fluxo do líquido céfalo-raquidiano (também chamado fluído cérebroespinhal), proporcionado pela TSC, permite “lavar” o cérebro das placas e das fibrilas inter-celulares, elementos essenciais para que a doença de Alzheimer se desenvolva. A TSC proporciona movimento e fluxo livre de todos os fluidos do organismo e, quando aplicada com regularidade, pode diminuir o avanço da doença.

Dicas para tentar escapar à doença de Alzheimer

Uma descoberta dentro da Neurociência veio revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e de mudar o padrão das suas conexões.

Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000), revelaram que a Neuróbica, a aeróbica dos neurónios, é uma nova forma de exercício cerebral, projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurónios no cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso: limitam o cérebro.

Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios cerebrais, que fazem as pessoas pensarem somente no que estão a fazer, concentrando-se na tarefa. O desafio da Neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional.

Tente fazer um teste:

  • - use o relógio de pulso no braço direito;
  • - escove os dentes com a mão contrária à do costume;
  • - ande pela casa de trás para frente (na China algumas pessoas já fazem este treino);
  • - vista-se de olhos fechados;
  • - estimule o paladar, coma coisas diferentes;
  • - veja fotos de cabeça para baixo;
  • - veja as horas num espelho;
  • - faça um novo caminho para ir ao trabalho;
  • - troque o rato para o lado contrário ao que está habituado.

A proposta é mudar o comportamento rotineiro!

Tente, faça alguma coisa diferente com o seu outro lado do cérebro e estimule-o! Vale a pena tentar!

Lembre-se que: movimento e fluxo = saúde; estagnação e bloqueio = doença.

  • Jorge Costa
  • Terapeuta Sacro Craniana







ARTIGO SUGERIDO

Reiki - As cinco chaves da felicidade

Reiki - As cinco chaves da felicidade

Rui Moura
Por Rui Moura em Julho de 2012
Tema Saúde / Publicado na revista Nº 10
2160 visualizações

A História sugere que o Reiki estava destinado a ser um caminho espiritual, pois nasceu daquilo que poderemos chamar de experiência religiosa.

O objetivo de Mikao Usui era compartilhar com ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Murmúrios de um Tempo Anunciado

Por Pedro Elias
Caminhos de Pax, Lda.
628 visualizações
Murmúrios de um Tempo Anunciado é um romance histórico que atravessa um dos períodos mais intensos do Cristianismo. De Décio a Constantino, das perseguições à instauração do dogma, de ...
Ler mais