Revista Nº 10

Índice

  • 5 - Editorial
  • 7 - Lançado ao Vento
  • 8 - O Valor Original do Amor Espiritual
  • 10 - Consciencialização para a Conceção, Gestação e Parto
  • 12 - Alimentar-se da Luz do Sol
  • 18 - As Cinco Chaves da felicidade
  • 22 - Liderança Empresarial e Espiritualidade
  • 26 - IPN – Instituto Português de Naturologia
  • 34 - É Essencial o Amor
  • 36 - Armadilhas do Amor (In) Condicional
  • 38 - Taças Tibetanas e Taças de Cristal de Quartzo
  • 40 - Qual é o Seu Anjo
  • 42 - Hanne Hoye
  • 46 - A Abordagem Terapêutica da Osteopatia
  • 48 - Contributo no Tratamento do Alcoolismo
  • 52 - Ao Serviço do Espírito
  • 54/57 - Terapeutas Bolsa de Emprego
  • 58/65 - Notícias / Projeto
  • 66 - Livros
  • 68 - Agenda

   

Revista Nº 10 - Julho/ Agosto 2012

310 visualizações

Editorial

De coração para coração

Quando nos acolhemos na nossa própria consciência, geramos em nós a fina doçura de algo sem limites ou fronteiras: o amor incondicional.

Tanto se fala de amor incondicional e tão pouco se sente sobre o verdadeiro significado desta expressão. Não existem palavras que possam ser ditas que expressem na totalidade o seu significado. Mas podemos descobri-lo no que sentimos, ao integrar essas palavras na nossa vida.

Olhar o outro com os olhos do coração e perceber que tudo o que está na nossa vida está por algum motivo, sem julgamentos ou rótulos. Sentir cada momento e estar presente em amor, ao invés da lamentação. Ser grato pelo passado e viver no presente. Ser grato por tudo o que somos. Olhar em nosso redor e perceber que estamos no lugar certo, que nada é ao acaso e que todos no nosso caminho são portadores de uma mensagem importante para a nossa evolução.

O amor incondicional é altruísta, pensa no outro antes de si mesmo e coloca toda a sua atenção naquilo que ama, sem apego. É coragem, força e alegria. É cansaço, luz e vida. É livre. Livre de ego e da vaidade de querer ter razão. É livre para perceber que a verdade é a minha e também a tua.

O amor incondicional é gratidão. É entregar-se sem medo e sem exigir, sem dominar e sem querer. É entender o percurso do outro.

O amor incondicional fala baixinho, não grita. Ouve e escuta o outro, porque ele está em primeiro lugar.

É poucas palavras e muitas atitudes. Conhece as medidas certas de doar sem invadir, sabendo que os excessos são prejudiciais.

Somos capazes de olhar além das aparências? De sorrir perante a agressividade? De ser Luz na escuridão? De respeitar o livre arbítrio alheio? O amor incondicional não escolhe e não julga. Simplesmente é.

O amor Incondicional transforma. É um guerreiro com armas de compaixão honesta e caridade profunda, exímio em tolerância e respeito.

O amor incondicional é perdão. É deixar para trás o passado e perceber que o que aconteceu foi exatamente como planeámos e que, por isso, tudo começa em nós mesmos.

De coração para coração.

Maria de Fátima Ribeiro

Fotos

Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10
Lançamento da edição Nº 10