Paulo Fernandes

O Poder de influenciar o ambiente que nos rodeia

Por Paulo Fernandes em Dezembro 2020

Tema Saúde / Publicado na revista Nº 18
486 visualizações

O ser humano é constituído por 50 biliões de células individuais.

Cada uma dessas células tem uma função e um propósito no todo que é o corpo humano, e individualmente as células são controladas pela consciência do ambiente.

Estas células adaptam-se, transformam-se, modificam-se de acordo com as características do ambiente onde o ser humano estiver inserido, esse controlo é observável pela variedade de raças, cores, fisionomias, caracter dependendo da localização geográfica.

Tal como acontece com a célula individualmente a natureza das nossas vidas é determinada não pelos genes, mas pela reação ao estímulo ambiental que impulsiona a nossa existência.

Com esta poderosa informação, de que posso conscientemente modificar o ambiente onde estou inserido e com isso alterar a natureza da vida, posso alterar a história da minha vida.

Posso alterar o meu estado de saúde, saindo do mundo da doença e entrando no mundo da saúde. Ao efetuar essa mudança de paradigma sente-se de imediato um aumento de energia no organismo, e mudar o foco de potencial vítima para uma nova crença de cocriação do meu destino e isso, posso garantir, que é visível e sentido por nós próprios e por quem nos rodeia de que algo está a acontecer.

Como profissional de saúde, devo encarar a doença como um mecanismo que tem como função proteger o ser humano, os sintomas aparecem para alertar de que algo não está bem e que estamos a exceder o razoável para o nosso organismo. Os sintomas da doença são mensagens do corpo que devemos escutar e interpretar com atenção.

Na atualidade estamos a lidar com um novo vírus que a natureza criou e o homem disseminou. Este vírus traz uma mensagem óbvia de que nos devemos voltar a reconectar com a natureza, voltar a sentir a terra nas mãos e nos pés, sentir o Sol na pele, respirar ar puro, beber a água mais pura, ingerir os alimentos mais ricos em nutrientes, criar novas práticas de desporto, desenvolver novas emoções e novos padrões de pensamento, libertar das crenças limitadoras (medos, fobias), criar uma nova e congruente identidade e tudo isto sem químicos, poluição, desinfetantes, por forma a desenvolver e reforçar o sistema imunitário, as verdadeiras defesas do corpo humano.

Hipócrates afirmava que se deve olhar para o doente e não para a doença – o poder da cura está também dentro de nós e o profissional de saúde deve interpretar a doença e ajudar no propósito de atingir a cura.

Não é só a prescrever medicamentos que se resolvem os problemas (sim os medicamentos são necessários e nossos amigos, mas devem ter uma função e um tempo).

É importante ir mais longe e trabalhar nos mecanismos de funcionamento do organismo e da pessoa (mente, ambiente, hábitos, crenças).

Para tal existem três passos fundamentais que todo o profissional de saúde tem de cumprir com o seu paciente:

- Diagnóstico – serve para descobrir o que provocou e onde se encontra a doença, porque necessitou esta de se manifestar. Isso leva-nos às cinco dimensões da saúde:

Estas dimensões não podem ser dissociadas e vistas individualmente, têm de ser analisadas em conjunto e trabalhadas por forma a criar uma nova história com o paciente.

Quanto mais precoce for o diagnóstico melhores resultados se obtêm.

- Objetivo do tratamento – como não podia deixar de ser é restabelecer o estado de saúde, se já houver doença instalada, ou desenvolver o caminho do saudável (prevenção), e pode ser feito de duas formas:

  1. Sintomático – procura-se apenas o alívio dos sintomas, não se aprofunda e não se trabalha na raiz do problema.
  2. Etiológico – vai à origem da doença, procurando na raiz, o porquê e qual a sua mensagem.

- O caminho a seguir: um dos principais caminhos é levar a pessoa a despertar para a realidade, algo não está bem na sua vida e é necessário alterar, mudar para uma vida mais saudável e eliminar a vida doentia, criar uma nova consciência.

E nestes tempos desafiantes e angustiantes que todos, sem exceção, vivemos é de fundamental importância mantermos o nosso sistema imunitário robusto e a nossa saúde mental e emocional bem nutrida para que possamos com firmeza, resiliência e bom ânimo ultrapassar esta fase, que sem dúvida, como tudo na vida terá um fim.

Paulo Fernandes


ARTIGO SUGERIDO

O contributo da Medicina Tradicional Chinesa no tratamento do Alcoolismo !!!

O contributo da Medicina Tradicional Chinesa no tratamento do Alcoolismo !!!

Leonel Duarte
Por Leonel Duarte em Julho de 2012
Tema Saúde / Publicado na revista Nº 10
342 visualizações

O problema do Álcool, é um problema à escala Mundial. Inúmeras vidas são destruídas por esta “droga”, no nosso país. De facto, os portugueses são conhecidos pelos seus bons vinhos, ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Murmúrios de um Tempo Anunciado

Por Pedro Elias
Caminhos de Pax, Lda.
628 visualizações
Murmúrios de um Tempo Anunciado é um romance histórico que atravessa um dos períodos mais intensos do Cristianismo. De Décio a Constantino, das perseguições à instauração do dogma, de ...
Ler mais