Silvana Correia

21 de Dezembro 2020 - Nova Era na consciência da Terra

Por Silvana Correia em Dezembro 2020

Tema Desenvolvimento Pessoal / Publicado na revista Nº 18
911 visualizações

No dia 21 de Dezembro, exatamente no solstício, Júpiter e Saturno estão em alinhamento (conjunção) no grau  0 de Aquário – um evento astrológico raro e extraordinário. Esta conjunção energética, este portal cósmico, é um impulso energético para grandes mudanças – económicas, sociais, políticas, espirituais, ciência, que iremos observar nos próximos anos, décadas. Qualquer palavra, no sentido de descrever a importância que esta mudança energética terá nas nossas vidas, não serão suficientes. É o grande divisor de águas. É um salto quântico. A conjunção de Saturno e Júpiter em Aquário,  é uma sinalização muito importante da transição para a Era de Aquário. Estamos  prestes a ver temas  da Era de Aquário a desdobrarem-se. No entanto, serão  os  primeiros  passos mais visíveis e acelerados para o que a ingressão de Plutão em Aquário em 2024 trará para a humanidade – outro patamar evolutivo. O que veremos a acontecer nos  próximos 4 anos? Vamos ver o impensável a ser considerado o Novo Normal.

Mutos acreditam que a Era de Aquário já iniciou há muito,  outros afirmam  que ainda estamos  a centenas de anos de distância. Segundo o Calendário Maia, iniciou a 21 de Dezembro de 2012,  quando  o nosso sistema solar e a Terra  ficaram imersos na faixa designada  por cinturão de fótons – luz, ano considerado por muitos como o início da Era de Aquário, a Era de Ouro, a Era da Luz. A Terra, e o nosso sistema solar, está a sintonizar-se cada vez mais  com outras dimensões e a ficar cada vez mais exposta à  radiação de Alcyone, o Sol Central das Plêiades.

Todos os corpos celestes são como instrumentos da grande orquestra  que é a mente de Deus, a inteligência universal, macro cosmos. Tudo evolui em ciclos ascendentes, numa espiral evolutiva. Não há um dia para marcar uma evolução, uma viragem de página da humanidade, estamos sempre em evolução. No entanto, vivemos num tempo extraordinário de fechos e inícios de grandes e  gigantes ciclos planetários, manifestando um jogo de forças cósmicas.  As grandes revoluções e invenções que irão ocorrer, serão o reflexo no micro (humano, terra) dessas forças celestes.

- Ciclos de Saturno/ Júpiter – Era do Ter para a Era do Ser

As conjunções de planetas lentos, marcam sempre tempos  de grandes e profundas transformações para o coletivo – sociais, políticas, económicas, espirituais. Porquê que esta conjunção que ocorrerá  no dia 21 Dezembro é considerada rara e grandiosa? No sentido de clarificar, é imperativo explanar o tema – ciclos de Júpiter e Saturno –  “grandes regentes do tempo”. Júpiter e Saturno têm um mega-ciclo de aproximadamente 800  anos pelos 4 elementos (ar, fogo, água, terra), divididos em quatro grandes ciclos de cerca de 200 anos, tempo no qual fazem conjunções no mesmo elemento. Os ciclos menores, são cerca de 20 anos, tempo de cada conjunção.  Desde 1802, estes planetas formaram conjunções em signos de Terra – (Touro, Virgem e Capricórnio). A 21 de Dezembro de 2020,  Saturno e Júpiter, fecham um ciclo de cerca de 800 anos pelos quatro elementos, iniciando outro ciclo de 800 anos pelos quatro  elementos,  começando pelo elemento Ar (Aquário, Gémeos, Balança) – um  ciclo, neste elemento, de cerca de 200 anos . O momento dessa mudança de elemento recebe o nome de -  A Grande Mutação. É uma marca de grandes transformações na vida social, na geopolítica e na forma como o ser humano vive, sente e está no planeta.

Desde 1802 as conjunções de Saturno e Júpiter, no elemento terra, marcaram a Era do Ter, a era do materialismo, estabilidade, propriedade, dinheiro, poder económico, sistemas financeiros, exploração dos recursos naturais, segurança, estabilidade. Eles moldaram o mundo em que vivemos hoje. Em Dezembro de 2020, fechamos  um ciclo de  200 anos de valorização do Ter. A 21 de Dezembro, entramos na Era da valorização do Ser – individualidade, consciência coletiva, fraternidade, poder pessoal e espiritual, fraternidade. Saturno e Júpiter ao transitar de um elemento Terra (1802-2020) – tempo no qual foram alicerçadas todas as estruturas do capitalismo até aos dias de hoje, para um ciclo de Ar,  impulsionará a humanidade para uma quebra total de paradigmas em todas as áreas da vida. Para muitos, o palco cósmico está montado para o colapso das estruturas financeiras e económicas, o fim do capitalismo como conhecemos. A forma como será materializado no micro o que acontece no macro cosmos, não sabemos, porém, é certo  que  vamos observar o fim do capitalismo como hoje o conhecemos.

A Grande Mutação – Saturno e Júpiter em Aquário, é um gigante impulso para a humanidade integrar a nova energia da Era de Aquário. Como vamos escolher, a nível individual e coletivo, fluir nesta  inevitável evolução? Estaremos nós sintonizados com Era da  consciência cósmica, fraternidade, individualidade, coletivo, liberdade, abertura ao novo, noção de rede. Romantiza-se muito a Nova Era de Aquário, como se fossemos conduzidos para a nova energia, como uma pena é conduzida pelo vento, sem resistência, em beleza e leveza – tudo será paz e amor. Não será assim. Há um jogo de forças contrárias que estão registadas nos nossos registos akáshicos - individual  e registos akáshicos da humanidade, que estão a ser transmutados. A Luz, que entra no nosso sistema solar, na Terra, expõe e transmuta a escuridão. Onde há Luz não há escuridão. Em 2021 veremos  muitos temas negros escondidos a serem iluminados pela luz, como que um tapete quando é abanado liberta o sujo que não víamos. Estamos a ser “abanados” por ondas de energias cósmicas poderosíssimas.

Importa referir que, em 2020,  outro megaciclo extremamente importante e de impacto para  humanidade foi finalizado  – ciclo de Júpiter, Saturno e Plutão em Capricórnio – planetas associados ao poder, estruturas sociais, morte, oculto, o que está escondido, regeneração, justiça, ética, novos sentidos, espiritualidade. Este megaciclo ocorreu  apenas 6 vezes nos últimos 2000 anos. Marcam sempre grandes transformações – guerras, expansão e ruína de impérios, novos paradigmas. É uma limpeza cósmica que nos encaminha para outro estágio evolutivo na grande espiral de ascensão. Um impulso para integrarmos com outro  grau de consciência  a entrada de Saturno e Júpiter em Aquário – um dos sinalizadores do início da Era  de Aquário

Aquário é um signo frio, fixo e rígido, potencialmente podemos ver tecnologia a ser utilizada com fins muito negros, rebeliões, ditadura, uso de poder de uma forma autoritária, controlo das massas, culto de “pseudo-deuses”, separação. Nenhum signo é bom ou mau, a energia está disponível. É o grau de consciência que vai definir as pedras que vamos encontrar no caminho – individual e colectivamente. O potencial da Era de Aquário, vivendo em consciência e em amor, é que vivamos a partir do coração, com uma consciência espiritual; é que vivamos como uma única raça (somos todos um) sem perder a nossa individualidade e liberdade; é que sejamos inspirados para avanços incríveis e inimagináveis  tecnológicos que trará mais qualidade de vida; é que nos abriremos às nossas famílias  galácticas, nossos irmãos; é que comuniquemos e evoluamos com eles; é que tenhamos uma consciência cósmica, uma consciência galáctica. Um grande impulso para essa realidade será a entrada de Júpiter e Saturno em conjunção em Aquário que ocorrerá no dia 21 de Dezembro de 2020. Como vai ser materializado os temas da Era de Aquário? Não sabemos, temos livre arbítrio, mas certamente com grandes resistências, lutas, confrontos, porém, a evolução não pára, é uma lei sagrada.  Haverá magia e criações  inimagináveis incríveis  a serem materializadas  e que mudará a nossa vida tal como a conhecemos – foquemo-nos no belo que está a crescer. São tempos incríveis que a humanidade vive.

Silvana Correia


ARTIGO SUGERIDO

Reiki - As cinco chaves da felicidade

Reiki - As cinco chaves da felicidade

Rui Moura
Por Rui Moura em Julho de 2012
Tema Desenvolvimento Pessoal / Publicado na revista Nº 10
2160 visualizações

A História sugere que o Reiki estava destinado a ser um caminho espiritual, pois nasceu daquilo que poderemos chamar de experiência religiosa.

O objetivo de Mikao Usui era compartilhar com ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Murmúrios de um Tempo Anunciado

Por Pedro Elias
Caminhos de Pax, Lda.
628 visualizações
Murmúrios de um Tempo Anunciado é um romance histórico que atravessa um dos períodos mais intensos do Cristianismo. De Décio a Constantino, das perseguições à instauração do dogma, de ...
Ler mais