Tereza Guerra

Inclusão na sociedade de Crianças Índigo e Cristal

Por Tereza Guerra em Setembro de 2011

Tema Sociedade / Publicado na revista Nº 5
50 visualizações

As crianças Índigo e Cristal são dotadas de grande sensibilidade, emotividade, energia expressando-a diferentemente e, nem sempre, são compreendidas por familiares e professores. Vibram em dimensões e níveis energéticos mais acelerados movimentando-se com maior intensidade e criatividade, revelando frequentemente agitação excessiva aos olhos dos que com elas convivem e não entendem estes fenómenos. Como nem sempre as pessoas estão informadas e vivem desligadas dos fenómenos conscienciais pensam que elas estão em desequilíbrio diagnosticando-as com Sindromas de Défice de Atenção c/ ou sem Hiperactividade... Mas não há nada errado com estas crianças, elas estão simplesmente expressando uma energia que flui em níveis mais subtis, necessitando apenas aprender a canalizar os fluxos energéticos e não de ser medicadas com a “droga da obediência” (Ritalina, Concerta…) o que pode gerar mudanças de ADN provocando raquitismo, insónias, náuseas, nervosismo, dores, tiques, cãibras, dores nas articulações, cansaço, e outros sintomas graves… Os pais podem achar que a criança aparentemente melhora, mas põem em risco a sua qualidade de vida futura. Devem informar-se e protegê-la, porque a sua destabilização pode apenas ser energética, emocional. Reparem em Centros Comerciais ou espaços muito povoados, carregados de energias negativas que transportam massas desequilibradas emocionalmente… Uma pessoa sensível pode absorvê-las como esponja, manifestando inquietação, irritação, medos, impulsividade, nervosismo, birras, pânico…O seu corpo energético é afectado e sente-se atacada. É preferível que crianças e pessoas sensíveis evitarem esses locais fechados, sem ventilação.

Nas escolas também existe todo o tipo de energias densas que pode afectar as crianças sensíveis: índigo e cristal, por serem sensitivas, possuindo capacidades psíquicas, telepáticas ou mediúnicas.

Estas maravilhosas crianças não necessitam medicação, nem ser expostas a nenhuma forma de exclusão, violentação ou discriminação mas apenas que as respeitem, amem e compreendam para que possam expressar todas as maravilhas da sua personalidade multifacetada, criativa repleta de dons naturais e espirituais…

  • Tereza Guerra
  • Extraído e adaptado do seu último livro Madie, Uma Criança Índigo? Publicado pela Fundação Casa Índigo

Vídeo:

Indigo Evolution
Crianças Índigo e Cristal

ARTIGO MAIS VISTO

COVID-19 e a alimentação.

COVID-19 e a alimentação.

Isabel Moreira
Por Isabel Moreira em Março 2020
Tema Sociedade
2799 visualizações

O cuidado prestado por cada um de nós é fundamental na contenção e evolução desta epidemia que afeta a todos.

Mantenham as medidas de higiene que a organização Mundial de Saúde ...
Ler mais

OUTRAS LEITURAS

Murmúrios de um Tempo Anunciado

Por Pedro Elias
Caminhos de Pax, Lda.
221 visualizações
Murmúrios de um Tempo Anunciado é um romance histórico que atravessa um dos períodos mais intensos do Cristianismo. De Décio a Constantino, das perseguições à instauração do dogma, de ...
Ler mais